O agronegócio continua a ser um segmento de extrema importância para a economia brasileira. Para ter uma ideia, a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) prevê crescimento de 3% no PIB do agronegócio em 2021.

Já, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o setor é responsável pela metade das exportações brasileiras, ou seja, o melhor desempenho registrado até hoje.

Portanto, graças ao agronegócio brasileiro, alimentos, combustíveis e demais matérias-primas chegam a todos os cantos do mundo.

Campo conectado

Diferentemente do que acontecia no passado, para termos perspectivas e resultados tão positivos, nada melhor do que o uso da tecnologia para tornar a vida do homem do campo mais conectada, ágil e próspera.  

Isso porque, com tanto crescimento, plantios, colheitas e distribuição precisam ocorrer de maneira estratégica e inteligente.  

Por isso, esqueça caminhões e tratores obsoletos; esqueça também pessoas trabalhando com uma simples enxada. Hoje, o agronegócio é muito mais do que isso.

Tecnologia embarcada

Mas, como tudo, é preciso fazer a gestão correta do que acontece em todos os processos. Sem conectividade, controle e medição, fica complicado saber se tudo está sendo feito corretamente.

Nesse caso, a solução que tem ganhado mais força no campo é a tecnologia embarcada em caminhões, tratores e demais maquinários agrícolas.

Com o uso de equipamentos modernos, robustos e instalados nesses veículos, o gestor da frota consegue saber tudo o que está acontecendo e em qual etapa da operação.

Assim, as outras áreas conseguem ter respostas rápidas e podem tomar decisões adequadas para tornar todo o processo mais eficiente.

Controle

Mas como e o que controlar? Para ajudar nessa tarefa, listamos as principais tecnologias para controle do processo operacional e logístico no campo. Confira:

  • Controle de produtividade: para ter uma produção mais ágil e efetiva é preciso controlar e otimizar a mão de obra, bem como a utilização das máquinas. Com essa gestão, é possível detalhar o trabalho de colheita e ter estimativas reais e precisas.
  • Controle de perdas: falhas da produção e má qualidade de produtos pode afetar diretamente o processo logístico. Com isso, ocorrem perdas, retrabalhos, excessos ou até falta de mercadorias. Por isso, é importante controlar o desempenho das máquinas para reduzir custos com desperdícios.
  • Controle de custos: para evitar gastos com imprevistos e desperdícios, é fundamental mapear corretamente a entrega de insumos necessários para produzir a quantidade de produto de um determinado período. Esse controle também assegura a qualidade do que será entregue ao cliente. Assim, com processos bem definidos não há gasto excessivo com custos que fogem da margem de segurança.
  • Telemetria aplicada: a tecnologia é primordial para melhorar a produtividade e tornar o agronegócio mais seguro e rentável. Mas como? Com ela é possível medir a umidade relativa do ar e temperatura em postos específicos do talhão, horário de aplicação dos produtos, volume aplicado e falhas na pulverização em comparação ao que foi planejado, trajeto e tempo das colhedeiras.

Caso seja um dealer, teremos imenso prazer em uma parceria de sucesso, para que sua empresa possa integrar a solução para clientes finais.

Para saber como ser nosso parceiro, fale com nossa equipe comercial pelo email comercial@newtectelemetria.com.br ou clique aqui para falar pelo WhatsApp.

Saiba mais sobre nosso trabalho aqui.