Vamos falar de segurança nas estradas? Apesar de não termos festejos de Carnaval neste ano, em função da pandemia de Covid-19, muitas pessoas estão planejando viajar.

Além disso, o segmento de transporte de cargas não para e, dessa maneira, o trânsito fica intenso nesse período, o que pode aumentar o índice de acidentes.

Índices assustadores

Somente em 2020, foram registrados 63.447 acidentes em estradas federais, de acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT).  

Segundo a CNT, o grau de letalidade desses acidentes foi maior, já que o total de mortes ficou praticamente inalterado, baixando de 5.332 óbitos em 2019 para 5.287 em 2020.

A redução foi de apenas 0,8%, com média de 14 pessoas mortas por dia nas rodovias federais. Só entre 2007 e 2020, 99.365 brasileiros perderam a vida em acidentes nas estradas federais.

Assim, como esse cenário é muito preocupante para todos (famílias, transportadoras, embarcadores, polícias e sistema de saúde), reunimos dicas de segurança nas estradas para quem pretende viajar.

Saiba mais como usar a telemetria para evitar acidentes de trabalho

Dicas de segurança nas estradas. Confira:

1. Atenção à velocidade

A velocidade deve estar de acordo com as condições da rodovia. Atenção aos trechos mal sinalizados, com buracos e demais defeitos, assim como nas condições naturais, como chuva, neblina, fumaça ou lusco-fusco no final o dia, pois dificultam a capacidade visual do motorista.

2. Respeitar a faixa

O tráfego de veículos pesados deve ser feito pela faixa da direita. As exceções, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, são para ultrapassagem e nos trechos em que existe a terceira faixa.

3. Manutenção

Verifique equipamentos obrigatórios e de manutenção preventiva dos veículos. São eles: pneus, freios, iluminação, que devem ser checados e estar dentro das condições ideais de segurança.

4. Sinalizações

As placas nas estradas devem ser respeitadas (velocidade máxima permitida, ultrapassagem etc.). Além disso, preste atenção aos demais veículos, sinalize quando trocar de faixa e não trafegue pelo acostamento.

5. Não use celular

Evite distrações, pois elas são as principais causas de acidentes nas estradas brasileiras. Deixe seu celular no silencioso ou desligado e, se precisar atender uma ligação importante, só faça isso em locais seguros, nunca no acostamento.

6. Distância segura

Mantenha distância do veículo da frente para ter tempo de frear com segurança, caso necessário. Se estiver chovendo ou com má visibilidade, redobre a atenção e aumente a distância.

7. Ultrapassagem

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a ultrapassagem indevida é responsável por 72% dos casos de acidentes nas estradas. Portanto, só ultrapasse nas áreas planejadas e sempre sinalize antes.

8. Cuidado com as rotas fáceis

Nada de pegar um “atalho” ou um “caminho alternativo”. Ao contrário do que pensa, isso não vai ser mais econômico ou seguro. Estude com atenção a rota, compare com as demais; para isso, existem diversos aplicativos gratuitos que podem ajudar a ter uma viagem ainda mais segura.

Fonte: Portal da Indústria